■ O figurino no cinema é um elemento importante na construção da narrativa. ■ ⠀

Junto com outros elementos, é capaz de criar uma atmosfera que pode envolver o espectador ou pode distraí-lo, se for “doente”, como nomeou Roland Barthes em seu texto “As doenças do trajo de cena”. ⠀

Para Barthes, o figurino “deve ser um argumento” na obra, isto é, não pode obscurecer as questões levantadas na trama, não pode se sobressair à trama. Como um “signo vestimentário”, o excesso de significação, a falta de significação e a pouca significação indicam uma patologia.⠀

O trabalho do figurinista requer muito estudo e observação, além de um trabalho meticuloso na parte de criação e execução!⠀⠀

Por isso mesmo, há excelentes obras que servem como recurso para conhecermos os movimentos sociais históricos. ⠀

? Pensando nisso, elaborei um minicurso que vai acontecer no dia 07/11, no @estudiocopo, com o tema Moda, cinema e mulheres. ?⠀

Convido você a observar a atualidade feminina por meio do figurino em narrativas cinematográficas.⠀

Para se inscrever vá ao link: https://www.sympla.com.br/moda-cinema-e-mulheres-uma-visao-…

Todos os inscritos vão ganhar o meu livro de ficção Tudo o que resta é tudo o que eu escondi, @editoramoinhos, 2019). ?⠀